Vem aí o McCartney II… e o McCartney III

Já foi informado o track list do McCartney II no relançamento da Hear Music em junho. E falam que o próximo lançamento de Paul será um álbum de inéditas que pode vir a ser o McCartney III! Na produção ele tocaria todos os instrumentos. Por ora Paul estaria se dedicando a esse novo projeto de disco novo.

Track List:
Disco 1 (álbum original)
Disco 2
1. Coming Up (Ao vivo em Glasgow, 1979)
2. Robber’s Ball (Inédita, lançada apenas em bootlegs)
3. Waterfalls (Demo original, feito em Waterfalls, maio de 1979)
4. Front Parlour (Versão longa) (Inédita, lançada apenas em bootlegs)
5. Summer’s Day Song (Instrumental) (Inédita, lançada apenas em bootlegs)
6. Blue Sway (Inédita, lançada apenas em bootlegs) (Inédita, lançada apenas em bootlegs)
7. All You Horse Riders (Inédita, lançada apenas em bootlegs) (Inédita, lançada apenas em bootlegs)
8. Darkroom (Take alternativo, de onze minutos)
9. Check My Machine
10. Secret Friend
11. Wonderful Christmastime
Disco4 (Bônus)
1. Coming Up (Versão longa) (Inédita, lançada apenas em bootlegs)
2. Temporary Secretary (Take alternativo)
3. You Know I’ll get you baby (Inédita, lançada apenas em bootlegs)
4. No Values (Demo de Waterfalls)
5. Seems like Old Time (Demo de Waterfalls)
6. Mr H. Atom (Inédita, lançada apenas em bootlegs)
7. Check My Machine (Versão longa) (Inédita, lançada apenas em bootlegs)
8. Frozen Jap (Versão longa)
9. Darkroom (Versão longa, de um take comercial)
10. Attention (Demo de Waterfalls)
11. Private Property (Demo de Waterfalls)
2 faixas reservadas para os compradores de versão deluxe:
1. Bogery Wobble (Inédita, lançada apenas em bootlegs)
2. Bogey Music (Versão longa)
DVD
1. Waterfalls (Vídeo promocional)
2. Coming Up (Ao vivo)
3. Coming up (Vídeo promocional)
4. O making of de Coming up (12 minutes)
5. Cannes, maio de 1980 Home Made Trip movie (com Attention e This is the Man (sem M. Jackson) demos de maio), com uma ótima sequencia do Ringo num restaurante françês
6. Wonderful Christmastime

Fonte: Beatles Brasil

Vai vir muita coisa boa esse ano. Além do McCartney II, vai ser relançado o McCartney em junho (mesmo mês de Macca II), Chaos And Creation In The Backyard, Driving Rain e Run Devil Run, que vão ser lançados em maio.

Deixe um comentário

Arquivado em Informações, Notícias, Paul McCartney, Relançamentos

Now And Then – A terceira canção dos Threatles

Bem gente. O blog está de volta depois de um tempão parado. E tinha prometido fazer um post sobre Peace Of Mind (The Candle Burns), mas vou deixar esse post por último.

Prontos? Preparar! One, two, three, four!

Now and Then é uma canção composta por John Lennon, originalmente gravada como um demo no piano em 1979, e foi resgatada em 1995 para o projeto Anthology, mas por alguns problemas, ela ficou inédita, lançando em bootlegs a demo de John  Lennon. Mas por que ficou inédita a canção?

John escrevou Now And Then na mesma época de Free as a Bird e Real Love. John gravou no edifício onde morava, o Dakota, em 1979.

Mas e a versão dos Beatles? O que aconteceu?

Em janeiro de 1994 foram dados dois tapes por Yoko, que incluía demos de John que não foram lançados oficialmente. Das fitas, apenas duas canções foram lançadas pelos Beatles, Free As A Bird e Real Love. As outras duas, Grow Old With Me (que a demo já tinha sido lançada em 1984 no álbum Milk And Honey) e Now And Then não foram lançadas oficialmente pelos Beatles.

Em março de 1995, os Beatles começaram a trabalhar em Now and Then, gravando uma música de fundo bruto, que era para ser usado como um overdub. Mas após apenas dois dias de gravação, todos os trabalhos sobre a música cessou e os planos para uma reunião de um terceiro single foram cancelados.

Segundo Paul, George não queria fazê-la, pois novos versos teriam que ser escritos. O produtor, Jeff Lyne disse: “Foi um dia, uma tarde, realmente, brincando. A canção tinha um refrão, mas é quase total falta de versos. Nós fizemos o backing track, que nós realmente não terminamos.”

Outro motivo para desistirem foi por causa de um defeito na demo, um ruído que era ouvido na gravação, e que estava um pouco forte, o que tornava mas difícil de remover.

Ao longo de 2005 e 2007, boatos circularam que Paul e Ringo lançaria uma versão completa da música no futuro. Os relatórios adicionais circulou no que Paul estava esperando para completar a música como uma “composição de Lennon/McCartney” por escrever novos versos, que estabelece um novo tambor da faixa gravada por Ringo, e utilizando gravações de arquivo do trabalho da guitarra de Harrison.

Em abril de 2008, The Sun informou que “tem havido discussões sobre acabamento de ‘Now and Then”. A partir disso, a história foi retomada e repetida por fontes de mídia de entretenimento.

Foi feito um remix por um fã, chamado 1995 Edit, com a demo, com bateria, guitarra e samples de outras músicas dos Beatles.

E o post vai ficando por aqui. E esperem por Peace Of Mind. Irei comprir. Ouçam três versões diferentes da música.

Hela, heba helloa!

Fontes beatlemaniácas: Wikipédia, a enciclopédia livre

Now And Then (1995 Edit)

E se os Beatles tivessem lançado Now And Then?

Now And Then – Demo Restaurada (Sem o ruído)

Yusef Khalil

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Sobre algumas canções inéditas

Os Beatles tem várias canções inéditas. Muitas são famosas, outras não. Outras são jams, outras não. Outras são… Tá bem, vou parar. Vamos ver algumas informações sobre as mais famosas.

12-Bar Original é uma canção instrumental. Foi gravada em 1965, durante as sessões do Rubber Soul, mas não disponível no comércio até 1996, quando uma versão editada da canção foi incluída no Anthology 2. Antes da edição, a duração da canção foi de 6:36. Foi gravada em duas tomadas.

É uma das poucas canções creditadas a Lennon/McCartney/Harrison/Starkey e publicada pela Lenono Music, Inc, MPL Communications Ltd, Harrison Songs Ltd. e Starling Music Ltd. Outras músicas creditadas a todos os quatro Beatles incluem Flying, Dig It e Christmas Time (Is Here Again).

Dos Beatles, apenas John Lennon e Ringo Starr já comentaram sobre a canção. Durante algumas entrevistas de rádio nos Estados Unidos, Lennon foi perguntado se havia alguma gravação dos Beatles não lançada, ele respondeu que tudo o que podia lembrar era “um 12 bar péssimo”. Starr disse ao jornalista Peter Palmiere que “todos nós escrevemos a faixa e eu tenho um acetato de uma das versões”.

“12-Bar Original” foi a primeira faixa instrumental dos Beatles após a assinatura de contrato com a EMI e foi produzida por George Martin em Abbey Road Studios. Entre outros instrumentais do grupo estão Flying, uma versão longa dessa canção chamada Aerial Tour Instrumental e Cry For A Shadow.

A Beginng é uma canção composta por George Martin, criada para ser uma introdução de Don’t Pass Me By, dos Beatles, composta por Ringo Starr. Mas foi recusada. Em vez disso, foi utilizada como trilha sonora no desenho animado Yellow Submarine, ouvida antes de Eleanor Rigby. Foi incluída no álbum Anthology 3 como substituta de uma nova canção dos Beatles, Now And Then.

Carnival of Light com certeza é a mais famosa canção inédita dos Beatles. Mas quase ninguém nunca ouviu, pois ela nunca apareceu em um bootleg. É uma música experimental. Foi gravada em 5 de Janeiro de 1967, depois da sessão de overdubbs do vocal para ‘Penny Lane’. A faixa foi criada para o The Million Volt Light and Sound Rave, um evento feito no Roundhouse Theatre entre 28 de janeiro e 4 de fevereiro de 1967. Algumas pessoas afirmam que a música tinha por volta de quatorze minutos, mas Macca disse que tinha por volta de quinze. (Em The Complete Beatles Chronicle está listada com duração de 13 minutos e 48 segundos.)

A origem da música veio em dezembro de 1966 com o dessigner David Vaughan, que recentemente pintou o piano de Paul McCartney com um design psicodélico. Por volta do mesmo período em que ele entregou o piano no endereço de Paul, perguntou se Paul iria contribuir com uma peça musical para a estréia de The Million Volt Light and Sound Rave. Para sua surpresa, McCartney concordou em fazer uma contribuição.

O Mark Lewisohn, que ouviu a música em 1987 quando fazia seu livro The Complete Beatles Recording Sessions, diz que a música incluía “bateria hipnótica, distorcida, sons de órgão, uma guitarra solo distorcida, o som de um órgão de igreja, vários efeitos (gargarejo com água seria um) e, talvez o mais intimidante de todos, John e Paul berrando como dementes e gritando frases aleatórias como ‘Are you alright?’ (Você está bem?) e ‘Barcelona!’ “.

Barry Miles, escreveu em Paul McCartney: Many Years from Now que a canção “não tinha ritmo, apesar de uma batida se estabelecer por alguns compassos pela percussão ou pelo piano que fazia a batida rítmica. Não há melodia, apesar de fragmentos de uma melodia ameaçarem a aparecer.”

“Eu disse ‘tudo que eu quero que vocês façam é apenas percorrer todos os instrumentos, bater, gritar, tocar, não precisa ter sentido nenhum. Toquem um tambor, depois façam algo no piano, toquem algumas notas e vagueiem por aí’ ” falou McCartney em Novembro de 2008.

A trilha básica de um órgão tocando notas de baixo e de uma bateria foram gravados em velocidade lenta, dando-os um som mais profundo. Há também uma grande quantidade de reverbs nos instrumentos e nos vocais de John e Paul.

Carnival of Light ainda não apareceu em nenhum lançamento dos Beatles, oficial ou bootleg. Em 1996, McCartney tentou lançar a faixa no álbum de compilação Anthology, mas George a rejeitou. De acordo com McCartney, a razão para tal foi de que “ele não gostava de avant-garde”. Apesar disso, George criou músicas vanguardistas como compositor-solo (em 1969 ele lançou um álbum experimental chamado Electronic Sound usando o Sintetizador Moog) e em vários trabalhos com os Beatles.

Em Novembro de 2008, Paul afirmou que ainda tem as fitas da gravação, adicionando que ele suspeitava que “a hora chegou para ela ter sua chance. Eu gosto dela porque são os Beatles livres, saindo da linha.” Paul ainda precisa do consentimento de Yoko Ono (esposa de Lennon), de Olivia Trinidad (esposa de Harrison), para lançar a música, além de Ringo Starr.

Cry for a Shadow é uma das primeiras composições instrumentais dos Beatles. Creditada à Lennon e Harrison (a única que os dois compuseram juntos), foi tocada pela primeira vez em 1961, quando os Beatles estavam trabalhando como grupo de apoio de Tony Sheridan. A composição é uma paródia do grupo de rock instrumental inglês The Shadows.

Inicialmente, era para ser lançada como lado-B da canção Why, que também foi gravada com Tony Sheridan. Mas na hora foi escolhida outra música. Em 1964, quando os Beatles estavam ganhando popularidade, a Polydor lançou o single, com Cry For A Shadow no lado-A, e Why no lado-B.

Flying (Aerial Tour Instrumental) A música Flying, incialmente tinha o título de Aerial Tour Instrumental. No final da gravação, tinha uma traditional coda de jazz de Nova Orleans, mas foi removida e no lugar colocaram loops criadas pelo John e Ringo durante a sessão de 28 de setembro. Com esses loops, a canção ficou 9 minutos, mas foi cortado para 2 minutos.

I Lost My Little Girl é a primeira canção escrita por Paul McCartney, quando ele inha 14 anos em 1956. Paul fez uma performace ao vivo, que está no álbum Unplugged (The Official Bootleg).

Paul escreveu I Lost My Little Girl usando sua primeira guitarra, uma Framus Zenith.

Uma versão com John Lennon nos vocais foi gravada, durante as famosas Get Back Sessions.

If You’ve Got Trouble é uma canção creditada à Lennon/McCartney, com os vocais de Ringo. A canção, inicialmente, era para estar no filme e no álbum Help!. Mas não estavam satisfeitos com a gravação e colocaram Act Naturally no lugar (mas não está no filme). If You’ve Got Trouble ficou inédita, até o lançamento no Anthology 2.

Madman é uma canção inacabada de composta por John e foi gravada nas sessões do álbum Get Back.

A canção foi feita para o álbum Get Back (que mais tarde viraria Let It Be), mas nunca foi completada. São conhecidas duas gravações da canção. Ela é similiar à canção Mean Mr. Mustard, do Abbey Road.

Not Guilty é uma canção escrita por George. Ela foi lançada no álbum do George, George Harrison de 1979, e no Anthology 3 em 1996. A versão solo do George, é mais lenta e com violão. Mas a versão dos Beatles é com guitarra distorcida e cravo.

Ela primeiramente foi gravada um demo, em maio de 1968, na casa de George em Esher. Essa versão não foi lançada oficialmente, mas ela está em muitos bootlegs. Os Beatles trabalharam nela durante três dias, nas sessões do àlbum The Beatles (também conhecido com White Album) Essa versão não foi lançada até 1996 no Anthology 3, usando uma versão editada do take 102 em 1984 pelo Geoff Emerick em 1984, da coletânea cancelada dos Beatles, Sessions.

That Means a Lot é uma creditada à Lennon/McCartney, e lançada em 1965 por P. J. Proby.

Originalmente gravada para o filme e o álbum Help!. Os Beatles, insatisfeitos com a música, deram para P. J. Proby gravar. A versão dos Beatles ficou inédita até o lançamento do Anthology 2.

Numa entrevista, John disse: “É uma canção em que Paul e eu escrevemos para filme, mas achamos que não podíamos cantar. Então nós demos para uma outra pessoa gravar, que podia fazer melhor”. Paul, numa entrevista com Mark Lewisohh, disse: “Teve algumas canções que não estávamos interessados, ou que não ficaram completas. Essa era uma delas”.

Watching Rainbows é uma canção gravada durante às sessões do Get Back. Nessa canção, John canta e toca piano elétrico, Paul toca guitarra solo e Ringo toca bateria. Ela não tem baixo porque Paul está tocando no lugar de George, que saiu da banda temporariamente.

É associada com outras duas músicas dos Beatles. A primeira é que o riff inicial de guitarra, foi usada em I’ve Got A Feeling. Outra associação é de uma frase da canção: “Standing in the garden, waiting for the sun to shine,” no qual é bem parecida com uma frase na canção I Am The Warlus “Sitting in a english garden, waiting for the sun”.

Watching Rainbows formou a canção I’ve Got A Feeling com o riff de guitarra dela. A outra canção que formou I’ve Got A Feeling, foi Everyone Had A Hard Year de John, também.

You Know What To Do é uma canção de George. Foi gravada em 3 de junho de 1964. Não aparece em nenhum álbum, nem bootlegs, até em 1995, no lançamento do Anthology 1.

Ringo  estava doente por alguns dias. E os Beatles entraram em turnê, e chamaram Jimmy Nicol para substituir Ringo. E depois da turnê, os Beatles tinham algumas composições, e cada um dos três gravaram um demo. George gravou You Know What To Do, John gravou Leave My Kitten Alone e Paul gravou It’s For You, que foi escrita para Cillia Black gravar.

Bem, com o fim do post, vou deixar algumas dessas canções para ouvirem. Obrigado por terem lido.

Fontes:Wikipédia

12-Bar Original (Versão completa)

A Beginng

Carnival Of Lights (Fake. Criada por um fã)

Cry For A Shadow

Aerial Tour Instrumental (Versão com os loops)

Versão com a coda de Jazz no final

I Lost My Little Girl (John nos vocais)

Versão do Unplugged

If You’ve Got Troubles

Madman

Not Guilty (Versão dos Beatles, mais longa)

That Means A Lot

Watching Rainbows

You Know What To Do

Bonus tracks

Bad To Me (Versão com bateria)

You Know What Do (Versão onde eles imaginam se essa música tivesse sido lançada)

Peace Of Mind (The Candle Burns) (Canção sem créditos, que dizem ser dos Beatles. Iremos ter um post só para ela)

Well, well, well, Por hoje é só. Até o próximo post!

Yusef Khalil

Deixe um comentário

Arquivado em Curiosidades, Informações, Músicas

O Paul McCartney no Rock in Rio 4 esse ano?

O site maccareport,com, dedicado á vida e obra do ex-beatle Paul McCartney, noticiou que o músico retornará ao Brasil esse ano, desta vez para se apresentar no Rock In Rio, que será realizado no Rio de Janeiro entre 23 de setembro e 2 de outubro.

Paul já se apresentou no Rio, em abril de 1990, no Maracanã. Se a informação de sua presença no Rock In Rio se confirmar, ele se juntará a Red Hot Chili Peppers, Coldplay, Mötorhead e  outros.

Segundo Fróes, Paul poderia fazer um show extra. “Como foi aquele Paul in Rio de Lisboa, em que ele mandou cobrir a logomarca e fez um show só dele no dia”, escreveu ele no site de relacionamentos.

Fonte: Beatles Brasil

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Maior colecionador de objetos dos Beatles abre museu

18/01/11 – Terça-feira

A coleção abrange ao todo cerca de 8,5 mil objetos, entre eles um cheque de Ringo Starr e um autógrafo de John Lennon comprado em 1981, a peça mais valiosa de Vásquez

A coleção abrange ao todo cerca de 8,5 mil objetos, entre eles um cheque de Ringo Starr (Divulgação)

A coleção abrange ao todo cerca de 8,5 mil objetos, entre eles um cheque de Ringo Starr (Divulgação)

 

O Museu Beatle foi inaugurado este mês, em Buenos Aires. O acervo, com cerca de 2 mil objetos, faz parte da coleção particular do argentino Rodolfo Vásquez.

O argentino de 53 anos, que começou sua coleção aos 10, está registrado no Guinness World Records como o maior colecionador de artigos da banda no mundo.

A coleção abrange ao todo cerca de 8,5 mil objetos, entre eles um cheque de Ringo Starr e um autógrafo de John Lennon comprado em 1981, a peça mais valiosa de Vásquez.

A meta do colecionador é criar uma rotatividade dos objetos, exibindo 2 mil peças por vez.

Fonte: O POVO Online

 

PS: O blog voltou à ativa, pois não tinha tempo por causa das aulas e agora por causa das férias. Mas agora o blog vai voltar.

Deixe um comentário

Arquivado em Curiosidades, Notícias

Os Beatles e os bootlegs

Muito beatlemaníaco sabe o que é bootleg. Mas a grande maioria, não sabe o que é o bootleg, o que que os Beatles tem a haver com os bootlegs, etc, etc e etc. Afinal, o que os Beatles tem a haver com os bootlegs? Bem, antes tem que saber o que é bootleg.

O que é bootleg?

Bootleg é uma gravação não autorizada de áudio ou vídeo do trabalho de um artista ou de uma banda musical, podendo ser realizadas diretamente de sobras de estúdio (Outtakes. Okay. Pra quem não sabe o que é outtake, são takes, demos, músicas inéditas que foram gravados em um estúdio.), mash-ups, remixes, um concerto ou de uma transmissão via rádio ou televisão. Estes últimos podem incluir entrevistas e materiais inéditos, que foram descartados por serem considerados inadequados para um produto comercial, bem como passagens de som, ensaios, etc.

O termo bootleg tem sua origem na famosa obra da literatura inglesa As Viagens de Gulliver, escrita em 1726 por Jonathan Swift, onde no mundo “smuggling”, os “smugglers” escondiam um contrabando dentro de baús, balsas e canos de botas (boots), para não serem presos. Com o passar do tempo, o “boot”, passou a ser gradualmente usado como adjectivo para descrever artigos de origem dúbia (envolvidos em algum tipo de atividade criminal) e acabou por se tornar um termo conveniente para esses tipo de gravações emitidas por selos independentes, uma vez que são realizadas sem o consentimento do artista ou da gravadora dona dos direitos autorais. Inicialmente, os bootlegs eram feitos em vinil e em fitas cassetes. Atualmente, os bootlegs são difundidos em CD’s ou disponibilizados na Internet sob a forma de download gratuito.

Conceitualmente, bootleg (produzir , distribuir , ou vender bootlegs sem autorização, ilegalmente) não deve ser confundido com a pirataria. Pirataria é o ato de fazer e negociar cópias ilegais de material oficialmente disponível. Os materiais contidos nos bootlegs não foram ainda lançados para o comércio, não estando, portanto, disponíveis para compra, embora em alguns casos possa ser observada a ocorrência de um registro no comércio simulando uma tiragem oficial (uma raridade).

O que os Beatles tem haver com os bootlegs?

Muito. Pois o que mais tem de músicas dos Beatles são outtakes. Os Beatles foram uma das bandas que mais teve bootlegs da história da música.
Um dos primeiros bootlegs dos Beatles vendido foi Kum Back neste álbum o engenheiro de som Glyn Johns mixou versões de músicas gravadas para o álbum Let It Be.

Tipo de bootlegs dos Beatles

Gravações do The Quarrymen: os Beatles realizaram gravações na época que Stuart Sutcliffe ainda estava no grupo como baixista. A fita foi gravada na casa do irmão de Paul McCartney. Algumas músicas foram lançadas posteriormente no Anthology 1. Entre as músicas da época encontram-se: “Hallelujah I love her so” (Charles), “I’ll Always Be In Love With You” (Ruby/Green/Stept), “You’ll Be Mine”(Lennon/McCartney), “Wildcat” (Schroeder/Gold), “You Must Write Every Day” (Lennon/McCartney) e “Hello Little Girl”(Lennon/McCartney) entre outras. Os bootlges que retratam esta época são: The Quarrymen – The Dawn Of Modern Rock e The Quarrymen At Home entre outros.
Gravaçãoes da Decca: Antes dos Beatles assinarem contrato com a Pharlophone, eles fizeram um teste para a Decca onde foram recusados. Ao todo foram gravadas 15 músicas. Algumas das músicas presentes neste bootleg apareceram posteriormente no álbum Anthology 1.
Gravações do Star Club em Hamburgo: em dezembro de 1962, os Beatles fizeram alguns shows no Star Club de Hamburgo (Alemanha). Algumas músicas foram gravadas posteriormente em estúdio e lançadas oficialmente pelo grupo, outras não. As gravações do show foram oficialmente pela gravadora em 1977 em um álbum chamado The Beatles Live! At Star Club in Hamburg, Germany mas com o tempo saiu de catálogo. Esse material faz parte também de alguns bootlegs.
Gravações de shows ao vivo: os shows ao vivo aparecem em vários bootlegs, são shows da turnê de 1964, 65 e 66. Entre eles Hollywood Bowl (em Los Angeles), Budokan (em Tóquio), Munich (Alemanha). Os bootlegs com gravações ao vivo tem qualidade variável e trazem músicas de trabalho da época.
Gravações com sobras de estúdio (ou outtakes): São gravações de músicas conhecidas e já lançadas mas cujo take não foi utlizado ou músicas inéditas que deixaram de fora do álbum. Isso gerou várias versões para álbuns oficiais como por exemplo: The Alternate Abbey Road, Revolving, The Alternate Rubber Soul, The Alternate Please Please Me, entre outros.
Gravações caseiras (ou home recordings): Os Beatles gravaram músicas em pequenos estúdios, caseiros. A maioria destas gravações não traz os quatro juntos e na maioria são acústicas. São gravações na casa de John (“Bad to me”, “I’m in love”, “He said, he said”), na casa de Paul (“Goodbye”). A mais famosa gravação deste tipo foram gravadas na casa de George Harrison, em Esher (Londres), lá os Beatles tocaram em versão acústica as músicas que foram posteriormente lançadas no álbum The Beatles (White Album). As gravações em Esher geraram várias versões de bootlegs, algumas destas músicas foram lançadas no álbum Anthology 3, e algumas não foram lançadas oficialmente por os Beatles, como, “Junk” (sendo lançada mais tarde por Paul no álbum McCartney), “Circles”, “Sour Milk Soul” e “Child of Nature” (sendo lançada mais tarde por John com o título Jealous Guy, e a letra foi modificada).
Gravações durante as sessões de Get Back (ou Get Back Sessions): em janeiro de 1969, os Beatles se reuniram em estúdio para gravar seu próximo álbum, que acabou se chamando Let It Be, várias músicas não foram incluídas no álbum oficial e acabaram sendo lançadas em vários bootlegs. Entre os bootlegs mais famosos desta época estão Day By Day, Get Back Camera B Rolls, The Get Back Journals; todos divididos em vários volumes.
Gravações do Rooftop Concert (ou Concerto do Telhado da Apple): O filme Let It Be que documenta as Get Back Sessions é finalizando com os Beatles tocando algumas músicas ao vivo no telhado do estúdio da Apple Records antes de serem interrompidos pela polícia. Foram poucas as canções gravadas no telhado da Apple: “Get Back”, “Don’t Let Me Down”, “I’ve Got A Feeling”, “The One After 909” e “Dig A Pony”.

Download de alguns bootlegs

E o post termina aqui, e finalizo com bootlegs para download. Obrigado por terem lido.

The Alternate Past Masters Vol. 1
http://www.4shared.com/file/95386116/7eb82e09/beatleblog-daniblogspotcom_Past_Masters_Vol1.html

The Alternate Past Masters Vol. 2
http://www.4shared.com/file/95379163/9ba0cbc6/beatleblog-daniblogspotcom_Past_Masters_Vol2.html

The Alternate Please Please Me
http://www.4shared.com/file/94594533/dcaa194a/danibeatlejimdocom_Please_please_me_alternate.html

The Alternate With The Beatles
http://www.4shared.com/file/94586732/3f401c89/danibeatlejimdocom_Alternate-With_The_Beatles.html

The Alternate A Hard Day’s Night
http://www.4shared.com/file/94565216/a1556976/danibeatlejimdocom_A_hard_days

The Alternate Beatles For Sale

http://rapidshare.com/#!download|634|214789990|426juliocmail.blogspot.comTBeatlesAlternateForSale.rar|149775

The Alternate Help!

http://sharebee.com/8761e1ba

The Alternate Rubber Soul

http://www.megaupload.com/?d=3IN2EOFP

The Alternate Revolver

http://rapidshare.com/#!download|403|196231104|428juliocmail.blogspot.comTheBeatlesTheAlternateRevolver.rar|730058

The Alternate Sgt. Pepper’s And A Little More

Parte 1:

http://rapidshare.com/#!download|73|42608820|altersgpepp_1.rar|87760

Parte 2:

http://rapidshare.com/#!download|100|42530024|altersgpepp_2.rar|101668

Parte 3:

http://rapidshare.com/#!download|25|42553533|altersgpepp_3.rar|90114

Parte 4:

http://rapidshare.com/#!download|149|41593166|altersgpepp_4.rar|46214

The Alternate Magical Mystery Tour

http://www.4shared.com/file/95345569/710a4f6c/danibeatlejimdocom_Alternate_Magical_Mistery_Tour.html

Withology

http://hotfile.com/list/280580/43346a5

The Alternate Get Back/Abbey Road

http://www.4shared.com/file/94519488/6b54e022/danibeatlejimdocom_Alternate_Get_back-Abbey_Road.html

The Alternate Abbey Road

http://www.4shared.com/file/95288340/c2ab0f81/danibeatlejimdocom_Alternate-Abbey_Road.html

The Lost Pepperland Reels (And Other Rarities)
Beatles Artifacts I:
Early Years (1958-1963)
 

 

 

Beatlemania (1964-1965)

 

 

The Psycodelic Years (1966-1967)

 

Inner Revolution (1968)
Get Back to Abbey Road (1969-1970)
Beatles Artifacts II:
Young Blood (1960-1963)
Ticket to Ride (1964-1965)
Northern Songs (1966-1967)
Alone Together
The Longest Road
Beatles Artifacts III:
Not Fade Away
Sue Me Sue You
As Time Goes By
Free as a Bird
Early Beatles:
I Hope We Pass The Audition
The Beatles with Tony Sheridan
Raw Energy
The Decca Audition
Warlus, Eggman & Pinguins
Sgt. Pepper’s Instrumental
Abbey Road Instrumental
Mixomatosis Vol. 1
Mixomatosis Vol. 2
Down In Havana
The Beatles Most Wanted Tracks
The Alternate One
Disco 1:
Disco 2:
Ultra Rare Trax
Vol. 1
Vol. 2
 

Vol. 3 e Vol. 4

Vol. 5 e Vol. 6
Vol. 7 e 8

John Lennon Bootlegs

Imagine… All The Outtakes

Vol. 1


http://rapidshare.com/files/104361268/www.octaner.blogspot.com_-_Imagine_All_The_Outtakes.rar


Vol. 2


http://rapidshare.com/files/104382382/www.octaner.blogspot.com_-_Imagine…_All_The_Outtakes_2.rar

Vol. 3


http://rapidshare.com/files/104542995/www.octaner.blogspot.com_-_Imagine…_All_The_Outtakes_3.rar



We’d Like To Change The Tempo Now


Parte 1:

http://rapidshare.com/files/98999715/www.octaner.blogspot.com_-_We_d_Like_To_Change_The_Tempo_Now.part1.rar

Parte 2:

http://rapidshare.com/files/99009388/www.octaner.blogspot.com_-_We_d_Like_To_Change_The_Tempo_Now.part2.rar


Parte 3:

http://rapidshare.com/files/99013822/www.octaner.blogspot.com_-_We_d_Like_To_Change_The_Tempo_Now.part3.rar


 

Mind Games: Alternates and Demos


http://rapidshare.com/files/45226721/www.octaner.blogspot.com_-_Mind_Games_Alternates_And_Demos.rar


 

Compositions


http://rapidshare.com/files/36340707/www.octaner.blogspot.com_-_Compositions.rar


 

Remember New York City


Parte 1:


http://rapidshare.com/files/35270691/www.octaner.blogspot.com_-_Remember_New_York_City.part1.rar


Parte 2:


http://rapidshare.com/files/35285902/www.octaner.blogspot.com_-_Remember_New_York_City.part2.rar


Parte 3:


http://rapidshare.com/files/35287839/www.octaner.blogspot.com_-_Remember_New_York_City.part3.rar


 

John Lennon Singles/Home Tapes (Extend Edition)


http://www.megaupload.com/?d=XTHBZ2TN


 

John Lennon Sings The Great Rock & Roll Hits Roots (Remastered)


http://rapidshare.com/#!download|613|368961934|juliocmail.blogspot.comJLennonRootsRemastered.rar|113004


 

Hushed Bells Over

http://rapidshare.com/#!download|424|214139613|083juliocmail.blogspot.comJohn

LennonHushedBellsOver.rar|111062


 

Paul McCartney Bootlegs

Paul McCartney Sings The Great Rock & Roll Hits Roots

Parte 1:

http://rapidshare.com/files/387085178/429juliocmail.blogspot.comPMROOTS.part1.rar

Parte 2

http://rapidshare.com/files/387075417/429juliocmail.blogspot.comPMROOTS.part2.rar

Red Rose Speedway Sessions
http://www.megaupload.com/?d=ONIUD4G4
For Promotional Use Only
http://rapidshare.com/files/272842946/363PMcCartneyForPromoUseOnly.rar
The Alternate Band On The Run
http://www.megaupload.com/?d=XESA4K6P
The Alternate London Town
http://www.megaupload.com/?d=TM3ORNBS
Arizona Soundchecks
http://www.megaupload.com/?d=RDTPQ1FH
Played To Press
http://rapidshare.com/#!download|552|256619356|021PMcCartneyPToPress.rar|151685
Tripping The Live Fantastic II
http://rapidshare.com/#!download|414|254712636|229PMcCaTrippingLiveFantasticIIMisterclaudel.rar|142358
The Lost McCartney II Album
http://rapidshare.com/#!download|631|250013199|154juliocmail.blogspot.comPMcCartneyLostMcCartney-VOX.rar|176374
 

Tokyo Dome March, 7 1990

http://rapidshare.com/#!download|510|243503810|329juliocmail.blogspot.comPMTokyoDome.rar|190732

 

George Harrison Bootlegs

Completed Rarities Vol. 1
http://www.megaupload.com/?d=CKL5OZHB
Completed Rarities Vol. 2
http://www.megaupload.com/?d=N113WDHZ
Completed Rarities Vol. 3
http://www.megaupload.com/?d=VCJMKNWM
The Making Of All Things Must Pass
http://www.megaupload.com/?d=ETD2EMFN
Cloud Nine Rough Mix
http://rapidshare.com/#!download|269|381034247|102juliocmail.blogspot.comGHarrisonCloudNineRoughMix.rar|144685
Silver Wilburys
http://rapidshare.com/#!download|438|293880508|juliocmail.blogspot.comSWburys.rar|144735
Traveling Wilburys Beyond The Tracks
http://www.mediafire.com/?jzomedekar1
The Alternate Wonderwall
http://rapidshare.com/#!download|374|240155748|091juliocmail.blogspot.comTheAlternateWonderwall.rar|108312
Live in Chicago 1974
http://rapidshare.com/#!download|475|230636238|068juliocmail.blogspot.comGHNorthAmericanChicago.rar|72217
Anthology Vol. 1 and 2
http://rapidshare.com/#!download|516|186367600|012juliocmail.blogspot.comGeorgeHarrisonAnthology.rar|123618

Ringo Starr Bootlegs

Scott Muni Show
Part 1:
http://rapidshare.com/#!download|612|349271899|juliocmail.blogspot.comRingoStarrRingoScottMuni.part1.rar|200000
Part 2:
http://rapidshare.com/#!download|683|349240853|juliocmail.blogspot.comRingoStarrRingoScottMuni.part2.rar|129074
Rizz Off
http://rapidshare.com/#!download|112|235179594|juliocmail.blogspot.comRingoStarrRizzOff.rar|51812
Ringo Again – The Alternate Album and Sessions
http://rapidshare.com/#!download|676|217492789|juliocmail.blogspot.comRingoStarrRingoAgain.rar|147486
Beacup Of Blues Sessions
http://rapidshare.com/#!download|73|196472268|028juliocmail.blogspot.comRingoStarrBeaucoupsOfBluesSessions.rar|108011
Live At Mohegan Sun
http://rapidshare.com/#!download|609|130070491|Ringo_Starr_Live_At_Mohegan_Sun_16th_July_2006.rar|88300
Live Boston
http://www.filesend.net/download.php?
f=a6752a9cd7166053343df93bd646e995
Rare Tracks
http://rapidshare.com/#!download|164|103854063|RSRARETRACKS.rar|103888
Rarities
http://rapidshare.com/#!download|261|100123203|RSRARITIES.rar|66629
Mansfield MA USA
http://www.megaupload.com/?d=77V9FWUR
Live in Greek Theather
http://www.megaupload.com/?d=82L0SNMA
Fontes:
– Wikipédia (http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A1gina_principal)
– 12-Bar Original (Um dos melhores sites para baixar coisas dos Beatles. http://juliocmail.blogspot.com/)
– Octaner’s Blog (Idem. http://octaner.blogspot.com/)
– The Beatles College Blog (Blog da comunidade do Orkut, Beatles College, onde você faz uma pergunta sobre qualquer coisa dos Beatles e respondem para você. Recomendo. http://the-beatles-college.blogspot.com/)
Obrigado. Agradeço por terem lido.

Yusef Khalil

Deixe um comentário

Arquivado em Bootlegs, Did you know what is..., Downloads, Reviews

Review – Paul McCartney – Driving Rain – 2001

One, two, three, four, five. Let's go for drive.

Capa do álbum Driving Rain. Estranha, não?

Bom. O lançamento é meio velho, de 2001. Mas por ser um bom álbum vou começar o blog com um review desse álbum para quem não conhece.

O álbum é ótimo. Boas músicas (Tiny Bubble), de qualidade (Drving Rain), várias inesquecíveis (From a Lover to A Friend), um longo jam (Rinse The Raindrops) e uma música sobre o dia 11/09/01, mais conhecido como o ataque das Torres Gêmeas (Freedom).

Foi lançado em 2001, no dia 12 de novembro no Reino Unido, e no dia 13 de novembro nos EUA. Foi produzido por Chris Thomas e David Kahne. Foi seu primeiro álbum após assumir seu relacionamento com Heather Mills (sua segunda esposa).

O álbum contém várias canções em homenagem á Heather. Determinados a seguir o exemplo de Run Devil Run, em Driving Rain – com exceção de duas canções –  foi chamado David Kahne, co-produzindo em duas semanas, com início em Fevereiro de 2001 e com um conjunto de novos músicos que McCartney queria colocá-los na turnê.

Em 11 de setembro de 2001, Paul estava num avião para NYC, quando o ataque terrorista às Torres Gêmeas ocorreu. Quando soube da tragédia, compôs uma música em homenagem aos americanos. Ele tocou a música no show beneficiente para NYC, no Madison Square Garden em 20 de outubro, no qual organizou, com a música Freedom recebendo uma boa audiência. O show teve várias bandas e pessoas famosas como, britânicos Mick Jagger e Keith Richards, Eric Clapton e outros. Americanos como Bon Jovi, Destiny’s Child, Billy Joel, Melissa Etheridge e outros.

Em novembro de 2001, lança o álbum Drving Rain, que teve fortes reviews, mas as vendas foram fracas, ao contrário de um de seus antecessores, Flaming Pie (1997), que chegou ao Top 2, no Reino Unido e nos EUA.

Driving Rain: Faixa a faixa:

01. Lonely Road

Um bom começo para o álbum. Uma ótima música. Boa para entrar na primeira faixa do álbum. Paul cantando com ótimos vocais, “I don’t walk at lonely road. Again!” (“Não quero andar na estrada abandonada. Outra vez!”). Vale a pena ouvir.

Paul McCartney – Baixo, Vocal, Violão, Guitarra

Abe Laboriel Jr. – Bateria, Pandeiro

Rusty Anderson – Guitarra, Violão

Gabe Dixon – Orgão Wurlitzer

David Kahne – Orgão Hammond

02. From A Lover To a Friend

Linda música. Muitos críticos disseram que a música é dedicada a Linda McCartney, cantando “let me love again” (“deixe me amar novamente”). Mais tarde Paul nega que a música é sobre a Linda.

Paul McCartney – Piano, Baixo, Vocals

Abe Laboriel Jr. – Bateria

Rusty Anderson – 12-String Guitar

Gabe Dixon – Piano

03. She’s Giving Up Talking

Não é boa, nem ruim. É interessante. Paul repetindo a frase no final da música “She’s giving up a talking. Don’t say a word. Don’t say a word.  Don’t say a word…” (Ela está abrindo mão de uma conversa (acho que é isso). Não diga uma palavra…”. O interessante é que o Paul toca bateria nessa música, e não Abe Laboriel.

Paul McCartney – Violão, Vocal, Baixo, Bateria

Abe Laboriel Jr. – Percusão

Rusty Anderson – Guitarra

Gabe Dixon – Orgão

David Kahne – Guitarra

04. Driving Rain

“One, two, three, four, five. Let’s go for a drive” (Um, dois, três, quatro. Vamos dar uma volta (Deve ser isso. Não sou expert em inglês)). Faixa-título do álbum. Uma música bem legal. E ela sempre fica na cabeça (principalmente na minha). Vale a pena para uma faixa título.

Paul McCartney – Baixo, Vocal, Violão

Abe Laboriel Jr. – Bateria

Rusty Anderson – 12-String Guitar, Guitarra

Gabe Dixon – Wurlitzer

David Kahne – Sintetizador

05. I Do

Uma linda música de amor (Provavelmente deve ser para Heather). Vale a pena ouvir. Muito boa. Paul com seu magnífico vocal. Muito legal.

Paul McCartney – Vilão, Baixo, Vocal

Abe Laboriel Jr. – Bateria, pandeiro

Rusty Anderson – Guitarra

Gabe Dixon – Piano

David Kahne – Samples

06. Tiny Bubble

Uma das melhores músicas do álbum. “All the world’s a tiny bubble, floating inside” (“Todo o mundo é uma bolha pequena, flutuando dentro”). Uma ótima música de rock.

Paul McCartney – Piano Rhodes, Baixo, Guitarra, Vocal

Abe Laboriel Jr. – Bateria

Rusty Anderson – Guitarra

Gabe Dixon – Orgão

07. It Must Have Been Magic

Uma música feita para Heather. A música é boa. Com lindas letras, inspiradas na Heather.

Paul McCartney – Guitarra, Baixo, Violão, Vocals

Abe Laboriel Jr. – Bateria

Rusty Anderson – Guitarra, Violão

Gabe Dixon – Piano Rhodes

David Kahne – Sintentizadores

08.  Your Way

Não muito nesta música. Na minha opinião, ela não uma das minhas favoritas. Não gosto muito.

Paul McCartney – Guitarra, Vocals, Bateria, Knee Slaps (que diabo é isto?)

Abe Laboriel Jr. – Bateria, Backing Vocal

Rusty Anderson – Baixo, Pedal Steel Guitar, Backing Vocal

Gabe Dixon – Orgão, Backing Vocal

09. Spinning On An Axis

Essa música é bem interessante, principalmente porque a música foi composta pelo Paul McCartney, com seu filho, James McCartney

Paul McCartney – Baixo, Violão, Guitarra, Percussão, Vocal

Abe Laboriel Jr. – Bateria, Percussão

Rusty Anderson – Guitarra, Violão, Percussão

Gabe Dixon – Percussão

James McCartney – Percussão

David Kahne – Wurlitzer

10. About You

Uma música, no minímo, interessante. Uma música bem legal que dá para sair, e ficar cantando ela a noite inteira.

Paul McCartney – Electric Guitar, Vocals

Abe Laboriel Jr. – Drums, Tambourine

Rusty Anderson – Bass, 12-String Guitar

Gabe Dixon – Wurlitzer, Organ

11. Heather

Só pelo nome, nem precisa dizer que é para Heather. Mas a música é bem legal. Gostei muito dela.

Paul McCartney – Piano, Vocal, Guitarra, Violão, Baixo

Abe Laboriel Jr. – Bateria

Rusty Anderson – Backing Vocal

Gabe Dixon – Backing Vocal

David Kahne – Samples

Ralph Morrison – Violino

12. Back In The Sunshine Again

Uma outra música composta por Paul com seu filho James. Vale a pena.

Paul McCartney – Baixo, Vocal, Guitarra

James McCartney – Guitarra

Abe Laboriel Jr. – Bateria

Rusty Anderson – Guitarra

Gabe Dixon – Piano

13.  Your Loving Flame

Uma ótima música com violino, viola, violoncelo. Muito romântica (Adivinha sobre quem é esta música).

Paul McCartney – Piano, Baixo, Vocal, Pandeiro

Abe Laboriel Jr. – Bateria, Backing Vocal

Rusty Anderson – Guitarra, Violão, Backing Vocal

Gabe Dixon – Orgão, Backing Vocal

David Kahne – Samples

David Campbell – Viola

Matt Funes – Viola

Joel Derouin – Violino

Larry Corbett – Violoncelo

14. Riding Into Jaipur

Uma música um tanto parada, mas é bem interessante. O vocal sonolento de Paul dá um toque especial no música

Paul McCartney – Violão, Baixo, Vocal

Abe Laboriel Jr. – Percussão

Rusty Anderson – Tambura (é um instrumento indiano, estilo cítara), 12-String Guitar

Gabe Dixon – Piano

David Kahne – Sintetizador

15. Rinse The Raindrops

Uma das músicas mais legais e compridas do Paul (Tem 10:08 minutos.Atrás apenas de Secret Friend, de 10:30, sem contar algumas músicas do Liverpool Sound Collage). Uma música um tanto barulhenta, mas incrível. Uma das partes mais interessantes é quando o Paul começa a cantar com grande eco, que tem tem nos instrumentos.

Paul McCartney – Baixo, Vocal, Guitarra clássica (violão)

Abe Laboriel Jr. – Bateria, Acordeão

Rusty Anderson – Guitarra

Gabe Dixon – Wurlitzer, Piano, Orgão

Pensa que acabou? Ainda tem Freedom, uma hidden-track.

16. Freedom

Já tinha comentado essa música. Ela não é creditada no álbum. Uma espécie de “Give Peace a Chance”. Ela foi gravada no show beneficiente, “The Concert for NYC”.

Paul McCartney – Vocal, Violão

Eric Clapton – Guitarra solo

Rusty Anderson – Guitarra

Abe Laboriel Jr. – Bateria

BÔNUS: DRIVING RAIN PARA DOWNLOAD

Filesend:

http://www.filesend.net/download.php?f=bec458b0688eba593afe0b83a75fb8b6

RapidShare:

http://rapidshare.com/#!download|257|78688683|DR.rar|97111

Muito obrigado por terem lido, e espero que tenham gostado.

Yusef Khalil

Deixe um comentário

Arquivado em Downloads, Reviews